sábado, janeiro 06, 2007

Inesperado

Adoro coisas inesperadas!
É como quem dá uma trinca no Bolo-Rei e lhe sai a aliança do pasteleiro!
É como quem pega numa revista, só por não ter mais nada que fazer, e acaba por ter uma ideia de génio!
É como acordar cheia de rinite, com o nariz todo vermelho, os olhos inchados, o cabelo que insiste em ser rebelde, e finalmente passar por um giraço e ele dizer:"Olá, tudo bem!"
É ligar a televisão às tantas da noite e ver um programa que bem poderia ser feito para nós!
É deixar o telemóvel perdido o dia inteiro na carteira e receber a chamada que esperavamos há dias!
É estudar um décimo da matéria e acertar quase todas as perguntas do exame!
É ir tomar um café ao fim da noite, sem o ter planeado, e essa acabar por ser uma das melhores noites das nossas vidas!
É dizer: "oh não me apetece muito ir, mas vou!" e no fim pensar: "Ai se eu não tivesse ido!"
Sei lá um monte de coisas, que sabia dizer noutro momento qualquer, mas agora que me sentei a escrever sobre isto, parece que não me quer sair nada! Mas desta vez não vou apagar e deixar para outro dia...

4 comentários:

romi disse...

é dizer: o ele é o tal e afinal ele n é!

Joana Marques disse...

E vai se ver melhor e...afinal ERA!

romi disse...

bem ontem foi uma noite inesperada...

Joana disse...

Também são as minhas preferidas!!