domingo, novembro 26, 2006

Neste jogo do gato e do rato, às vezes, a perseguição torna-se mais uma corrida, em que ambos correm para o mesmo sítio na tentativa de conquistar o prémio final e no caminho vão-se ignorando mutuamente. Outras vezes, o estatuto de gato ou de rato é atribuido por cada um, de modo que acabam por existir dois ratos ou, na maioria das vezes, dois gatos!
Acho que no meu desejo desenfreado de caçar o rato me perdi numa armadilha... bolas eu não quero ser um rato!!! Vá de retro Satanás...eu não quero coleccionar faqueiros!

2 comentários:

Joana Marques disse...

GATA!!!

Rute Saleiro disse...

eu sempre disse!!!lol